FAQ

Nossos profissionais tiram suas dúvidas sobre os serviços e a Livre Financeira.

O que é FIDC?

FIDC (Fundo de Investimento em Direitos Creditórios) é uma modalidade de fomento mercantil e comercial na qual ocorre a aquisição de direitos creditórios. No FIDC, a empresa que busca esse serviço vende seus créditos, obtidos pela sua prestação de serviços ou vendas aos seus clientes, para uma empresa fomentadora como a Livre Financeira.

Como é feita a operação de FIDC?

Na modalidade operacional conhecida como FIDC, a empresa-cliente vende à vista os direitos de suas vendas mercantis, realizadas a prazo, para a empresa de fomento mercantil. Atualmente, outras modalidades operacionais são disponibilizadas pelas empresas de fomento mercantil às suas empresas-clientes, tais como a operação denominada fomento à produção, destinada à aquisição de matéria-prima ou insumos.

FIDC é empréstimo?

Não. O fundo é uma operação comercial de compra e venda de créditos. A empresa fomentadora não faz empréstimos, mas compra os direitos de crédito que as empresas-cliente possuem, como duplicatas, contratos e cheques pré-datados.

A Livre pode me fazer empréstimos?

A Livre pode apenas antecipar seus títulos a receber. Se sua empresa tem esse tipo de crédito, nós podemos comprá-los, antecipando o pagamento para você. Não se trata, portanto, de um empréstimo, mas uma forma para que você possa vender a prazo e receber à vista.

Posso obter crédito mesmo tendo uma empresa de pequeno ou médio porte?

Sim. Uma boa alternativa de crédito para as pequenas e médias empresas é o fomento mercantil que, embora pouco conhecido no Brasil, existe há 27 anos e contribui de forma relevante para o desenvolvimento socioeconômico do País.

Para o pequeno e médio empreendedor, um dos maiores obstáculos para o desenvolvimento do seu negócio é a obtenção de crédito ou recursos, não importando o quanto seus projetos ou produtos sejam inovadores ou promissores. A falta de crédito, entre outras dificuldades, é apontada como uma das causas da alta taxa de mortalidade das pequenas e médias empresas. Enquanto no Brasil o volume de crédito em relação ao PIB é de apenas 32%, no Chile esse percentual é de 57%, segundo o estudo elaborado pela Austin Rating com 173 países, com dados colhidos do FMI, Banco Mundial e Bancos Centrais. Em 2007, o volume de giro de carteira das empresas filiadas à ANFAC (Associação Nacional de Fomento Comercial) representou 2,5% do PIB brasileiro. (Fonte ANFAC)

Quais as vantagens de trabalhar com uma FIDC?

– Rapidez e agilidade nas operações
– Antecipação das vendas a prazo
– Dinheiro em caixa para movimentação dos negócios
– Assessoria administrativa
– Cobrança de títulos ou direitos de créditos